Redação — Uso das redes sociais - Blog Endireitado

Breaking

Blog Endireitado

Para quem pensa Direito

19 de outubro de 2017

Redação — Uso das redes sociais


Vinícius Vieira Soares, 16 anos, Marabá (PA)

“Redes sociais — Um novo problema

É consenso que as redes sociais facilitaram a comunicação entre os indivíduos, mas ainda assim não deixa de ser uma problemática que precisa ser solucionada. Dentre tantos motivos relevantes, temos a facilidade em se propagar falsas notícias e os embates cada vez mais intensos entre grupos ideológicos distintos.

A propagação de falsas notícias nas redes sociais é um assunto muito abordado no momento. Na atualidade, são muitos os veículos de comunicação comprados por partidos políticos, como a Rede Globo, a fim de que divulguem suas concepções e denigram a imagem daqueles que não compactuam com as mesmas, a exemplo do deputado federal Jair Bolsonaro, que sofre diretamente com a divulgação de informações caluniosas a seu respeito. À vista disso, é notório que tal prática deve ser combatida veementemente.

Com efeito, os embates entre grupos ideológicos distintos estão cada vez mais frequentes, e todos os assuntos, sejam econômicos, políticos, religiosos ou sociais, são tratados sob a visão maniqueísta. Para o ‘filósofo’ Leandro Karnal, ‘a direita é delirante e radical’, já para Nando Moura, um músico e criador de uma livraria virtual ‘de direita’, ‘a esquerda foi, é e sempre será a raíz de todos os males’. Ao final de tudo, o bem e o mal é o que caracteriza essa guerra de opiniões cada vez mais contraditória.

Fica evidente, portanto, que as redes sociais têm sido bastante utilizadas para fins desinformadores e para guerras de senso comum e conhecimento científico. Cabe a cada cidadão denunciar os corpos de imprensa que provém a desinformação e à justiça brasileira atuar com rigor na repressão a tais práticas, como forma de garantir a coletividade do corpo social. Assim, finalmente elucidaremos a problemática.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade única de seus autores e não representam a opinião deste canal de comunicação.