Redação — O papel da polícia no Brasil do século XXI - Blog Endireitado

Breaking

Blog Endireitado

Para quem pensa Direito

2 de dezembro de 2017

Redação — O papel da polícia no Brasil do século XXI


Vinícius Vieira Soares, 16 anos, Marabá (PA)

“Visão deturpada

É notório que o papel da polícia no Brasil do século XXI traz divergências de opiniões. Com efeito, é inegável a sua importância, visto que a mesma é responsável por salvaguardar a ordem pública. Dentre tantos motivos relevantes, temos os conflitos cada vez mais presentes entre a polícia e manifestantes, que pelejam pelos mais variados interesses, e a construção de uma imagem negativa da mesma.

Na atualidade, é comum nos depararmos com conflitos entre a polícia e manifestantes. Em São Luís, no Estado do Maranhão, um protesto resultou em embate entre policiais militares e moradores de uma rua, que fizeram um protesto cobrando melhorias na via. Geralmente, na divulgação de episódios tal qual o citado, a polícia é colocada pelos veículos de comunicação, através de falas intonadas e da simbiótica, como criminosa.

Assim sendo, uma imagem negativa daqueles que são responsáveis pela nossa proteção é criada. Em decorrência disso, os dados revelam que 70% dos brasileiros não confiam na polícia, sendo um dos fatores para tal desconfiança a existência de cada vez mais policiais corrompidos. Sem embargo, a disciplina severa dos agentes, sem qualquer tipo de diálogo, é levada para as ruas, onde existem pessoas que não estão acostumadas com tal tratamento, e esse é mais um ponto a ser levado em consideração.

Fica evidente, portanto, que o papel da polícia no Brasil do século XXI tem perdido o valor, em virtude de uma visão majoritariamente deturpada desta. Cabe ao Ministério da Educação desenvolver e promover campanhas que vislumbrem o diálogo e a compreensão do trabalho e da atuação do órgão na sociedade, nas escolas, como forma de desconstruir tal imagem e primar pela coletividade do corpo social.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade única de seus autores e não representam a opinião deste canal de comunicação.