Surto de conjuntivite preocupa - Blog Endireitado

Breaking

Blog Endireitado

Para quem pensa Direito

16 de dezembro de 2017

Surto de conjuntivite preocupa


Nas últimas semanas, tornou-se corriqueiro nos depararmos com pessoas afetadas pela conjuntivite. Os casos são registrados em Marabá, Eldorado dos Carajás e Parauapebas, e preocupam a população.

Saiba mais sobre a doença, os sintomas, e previna-se:

O que é?


A conjuntivite é uma doença ocular caracterizada pela inflamação da conjuntiva e da esclera, o "branco do olho", e dura, em média, até 15 dias. A inflamação pode afetar um ou os dois olhos, porém, é mais comum que os dois sejam comprometidos. O contágio é feito através do contato direto com a pessoa doente ou objetos contaminados.

Sintomas


  • Olho vermelho e lacrimejante;
  • Inchaço nas pálpebras;
  • Intolerância à luz;
  • Visão embaçada;
  • Visão borrada;
  • Secreção purulenta, no caso de conjuntivite bacteriana;
  • Secreção esbranquiçada, no caso de conjuntivite viral;
  • Ao acordar, o paciente tem dificuldade em abrir os olhos;
  • Sensação de areia nos olhos.

Tipos



  • Conjuntivite alérgica;
  • Conjuntivite viral;
  • Conjuntivite bacteriana;
  • Conjuntivite fúngica;
  • Conjuntivite gonocócica;
  • Conjuntivite de inclusão.

Dentre todas, a mais comum das conjuntivites é a viral.

Tratamento


O tratamento pode ser feito com compressas embebidas em soro fisiológico e colírios indicados pelo médico, além de ser muito importante limpar os olhos com frequência.

Prevenção

  • Não usar lentes de contato;


  • Não compartilhar objetos pessoais;


  • Lavar as mãos frequentemente;


  • Cobrir a boca ao tossir ou espirrar;


  • Limpar a remela dos olhos;


  • Usar óculos de sol;


  • Comer mais vitamina A.


Conforme o Ministério da Saúde, não há um número oficial de casos por ano no país, já que a doença não é de notificação obrigatória. Mas é importante ficar atento, porque, se não for prevenida, pode provocar uma epidemia e levar à ausência de pessoas no trabalho, na escola e em outros compromissos sociais.

Créditos:




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade única de seus autores e não representam a opinião deste canal de comunicação.