As mulheres podem falar na igreja? - Blog Endireitado

Breaking

Blog Endireitado

Para quem pensa Direito

28 de fevereiro de 2018

As mulheres podem falar na igreja?


A dúvida surge com a leitura dos seguintes versículos:

“As vossas mulheres estejam caladas nas igrejas; porque não lhes é permitido falar; mas estejam sujeitas, como também ordena a lei. E, se querem aprender alguma coisa, interroguem em casa a seus próprios maridos; porque é vergonhoso que as mulheres falem na igreja” (1 Coríntios 14:34–35).

“Quero, entretanto, que saibais ser Cristo o cabeça de todo homem, e o homem, o cabeça da mulher, e Deus, o cabeça de Cristo” (1 Coríntios 11:3).

“A mulher aprenda em silêncio, com toda a submissão. E não permito que a mulher ensine, nem exerça autoridade de homem; esteja, porém, em silêncio” (1 Timóteo 2:11–12). 

“Porque primeiro foi formado Adão, e depois Eva. E Adão não foi enganado, mas sim a mulher, que, tendo sido enganada, tornou-se transgressora” (1 Timóteo 2:13–14).

Depois de visarmos estas passagens bíblicas, fica evidente que as mulheres são proibidas de falar na igreja — que não é, por sua vez, um templo de tijolos, mas o corpo de Cristo.

Antes de prosseguir: não devemos analisar cultura, mas a Palavra. O que vale mais: a Bíblia ou a cultura?

Perceba: a ordem de Deus não diminui a mulher, mas é apenas uma diretriz que vale para esta vida.

Para entendermos o porquê da mulher ser proibida de ensinar, precisamos voltar no Éden:

“E ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás” (Gênesis 2:16–17).

“E disse a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim comeremos, mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis para que não morrais” (Gênesis 3:2–3).

A mulher (Eva) aumentou a ordem de Deus incluindo “nem nele tocareis”, algo que o Senhor nunca disse. Ela ficou vulnerável ao erro por crer em sua própria versão, dando brecha a Satanás.

“Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis” (Gênesis 3:4).

Adão, no entanto, não foi enganado. Estava lúcido.

“E Adão não foi enganado, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão” (1 Timóteo 2:14).

Você — que prega o contrário do que está escrito — vai argumentar que Ana era profetisa, com base em Lucas 2:36:

E estava ali a profetisa Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Esta era já avançada em idade, e tinha vivido com o marido sete anos, desde a sua virgindade”.

Sim, não obstante, ela não se encontrava em uma reunião da igreja, até porque adorava no templo (ver Lucas 2:37). Era uma israelita e não vivia no contexto celestial de Deus.

Não convencido, apresentará Febe, que era diaconisa na igreja de Cencréia (Romanos 16:1). Contudo, o diaconato é um serviço, não um dom. Portanto, inexiste ligação disso à questão da mulher falar nas reuniões.

E por fim, o que dizer das quatro filhas profetisas de Filipe (Atos 21:8–9; Romanos 16:3)? Elas profetizavam, mas não na igreja.

Ademais, não. As mulheres são proibidas de falar na igreja — no sentido de ensinar —‚ porque‚ como vimos‚ estão mais suscetíveis a se equivocar.

Há quem tanta deturpar o que o Senhor disse através do apóstolo Paulo, chamando-o até de “machista” e “contra as minorias”, porém...

“Se alguém se considera profeta ou espiritual, reconheça ser mandamento do Senhor o que vos escrevo. E, se alguém o ignorar, será ignorado” (1 Coríntios 14:37–38).

Um abraço,

Vinícius Soares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade única de seus autores e não representam a opinião deste canal de comunicação.